Um futuro de software sem bugs

Qual o futuro dos testes de software? Responder essa pergunta de maneira minimamente precisa é tão difícil quanto apontar se um determinado software está apto a ser posto em produção.

No post de hoje, compartilho com vocês um vídeo já antigo de James Whittaker, durante a apresentação inicial do GTAC 2008Na palestra, James discute diversos problemas enfrentados, como por exemplo: Bugs encontrados nos últimos minutos, atraso nos deliveries, repetição de trabalho, entre outros.

Mas o ponto mais divertido e que pode nos levar a refletir é quando o mesmo começa a tratar de possíveis cenários, visões e até mesmo “sonhos” que ele possui para o futuro da área. Um dos itens que destaco, para não encher vocês de spoilers, é quando Whittaker fala de um futuro em que bugs nos softwares serão extremamente raros, inclusive surpreendendo os usuários. Nesse futuro, os analistas terão dificuldade em compreender o motivo da existência de profissionais dedicados exclusivamente a encontrar defeitos nos projetos.

A palestra possui aproximadamente 50 minutos, mas vale bastante a pena. Se você ainda não assistiu, reserve um momento durante a sua semana, guarde o link para um momento futuro, mas assista. Reflita sobre os pontos abordados, e concordando ou discordando, aproveite para tentar perceber que você também pode influenciar o futuro da nossa área.

Quem é James Whittaker?

James no Twitter

https://medium.com/@docjamesw

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*